7 Dicas para lidar com a Pele Atópica dos mais pequenos – Serradas Sabão Original
Utilize o código promocional OMEUPREFERIDO para receber 10% desconto nos sabonetes individuais de 110g e nos kits de sabonetes de 110g! Válido em compras com 3 produtos ou mais dos sabonetes e kits de 110g até 15 de dezembro 2022!
Utilize o código promocional OMEUPREFERIDO para receber 10% desconto nos sabonetes individuais de 110g e nos kits de sabonetes de 110g! Válido em compras com 3 produtos ou mais dos sabonetes e kits de 110g até 15 de dezembro 2022!
Carrinho 0

7 Dicas para lidar com a Pele Atópica dos mais pequenos

crianças Eczema pele atopica pele sensível

A Dermatite Atópica, também conhecida por pele atópica, é uma doença inflamatória e crónica da pele que afeta entre 10 a 20% das crianças e apenas 2 a 5% dos adultos.
As regiões do corpo mais afetadas, nas crianças são a parte de trás do pescoço, as dobras dos braços e pernas, e por vezes, os joelhos e couro cabeludo.

É uma doença não contagiosa e pode ser controlada com alguns cuidados extras, diários. No entanto, pode ter fases com crises mais complicadas de controlar, principalmente quando a pele está mais exposta ao calor, ácaros e poeiras.

Sabemos o quão incomodativo é a comichão e difícil manter o controlo para não coçar até fazer ferida. Já é difícil em nós, adultos, custa ainda mais ver os mais pequeninos a sofrer com isso.
Então, hoje, deixamos-te 7 dicas para lidares de forma mais simples com a pele atópica dos mais pequenos.



Lembra-te que em casos mais graves da doença deves, sempre, consultar um dermatologista ou farmacêutico.

Higiene e hidratação da Pele
A pele é o órgão mais extenso e externo do nosso corpo que tem como função proteger o nosso interior. Como tal, também devemos dar-lhe a devida atenção e cuidar ao máximo da nossa pele. Principalmente, as que são mais sensíveis e registam episódios de alguma doença, como o caso da pele atópica.

Na higiene diária sugiro evitar produtos que contenham químicos sintéticos que podem irritar as peles mais sensíves. 

Experimenta o nosso sabonete Argila Cor-de-Rosa N2 para suavizar e acalmar a pele. Feito com Argila Cor-de-Rosa que ajuda a acalmar a pele irritada e com óleo essencial de Laranja e Patchouli, este sabonete acalma a pele das agressões do dia-a-dia, para além de hidratar, rejuvenescer a pele e aumentar a sua elasticidade.

Evitar os Toalhetes - Limpar a pele com toalha de Algodão
Utiliza uma toalha de algodão apenas com água, ou com sabonete natural, para limpar a pele e deixa os toalhetes de lado. Por muito que digam ser indicado para peles sensíveis contêm propriedades que podem piorar a inflamação/irritação da pele e aumentar as crises da pele atópica. Atenção para não esfregar a toalha na pele, mesmo depois do banho, vai limpando a pele com pequenas palmadinhas ao de leve até secar.

Banhos Relaxantes com Farinha de Aveia
Sim, leste bem, banhos com farinha de aveia. É um cereal rico em fibra, muitos nutrientes ótimos para o organismo e com propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias. Pode ser um excelente aliado para acalmar e nutrir a pele num banho relaxante. Estas propriedades para a pele são conseguidas juntando a aveia com água.

Apenas precisas de Aveia e Água. Aquece a água até estar morna, mas não deixes que aqueça demasiado. Isto porque a água muito quente agrava o estado da pele inflamada tirando a humidade da pele. De seguida adiciona cerca de 1 chávena de aveia em pó na água que cai da torneira de forma a misturar mais facilmente (podes triturar os flocos de aveia num processador). Depois de adicionares a aveia, vai misturando a água para que a aveia continue a dissolver-se e a misturar com a água. Depois é só entrar para o banho e relaxares. Aproveita a calma do momento para usufruíres de tempo de qualidade com os mais pequenos aí de casa.

Detergente da roupa sem fragâncias
A escolha dos detergentes da roupa deve ser feita com cuidado para quem lida com pele atópica. Mesmo que um detergente se identifique como “hipoalergénico” evita escolher, uma vez que não garante a ausência de reações alérgicas. Se possível, opta por detergentes naturais ou até mesmo um sabão de Marselha, por exemplo. Acabas por também fazer uma escolha mais ecológica e económica. No caso dos amaciadores, evita ou elimina mesmo o uso nas lavagens da roupa. Outro aspeto importante e que pode fazer muita diferença na pele atópica é: não secar a roupa ao ar livre de forma a que não esteja exposta a agentes alergénicos. Tem atenção a isto, especialmente, na altura do pólen!

Roupas de Algodão
Na hora de comprar roupa, lembra-te que o algodão é o tecido mais aconselhado para quem tem tendência ou sofre com crises de pele atópica. O algodão é um tecido macio e mais natural. Também podes escolher roupa de linho ou seda, por serem tecidos macios. No entanto, evita usar lãs e malhas em contacto direto com a pele. Depois de comprares roupa nova, aconselhamos a lavá-la antes de usar a primeira vez e a cortar todas as etiquetas.

Arejar os ambientes e evitar acumular pó
Já foste percebendo ao longo do artigo que a pele atópica é uma doença que provém de alergias na pele. Estas alergias causam inflamação e pioram o estado da doença. Então, quanto menos exposta ou contacto houver entre a pele e agentes alergénicos, mais fácil fica de lidar com a pele atópica. Uma das coisas mais importantes para isso é manter os ambientes da casa arejados e com a humidade correcta, nem muito seco nem muito húmido. Principalmente a divisão onde, quem tem pele atópica, passa mais tempo e onde dorme. O quarto, para além de bem arejado, deve evitar ter muita coisa onde se possa acumular pó. Como é o caso dos peluches, livros ou muitos objetos nas prateleiras. Os poucos que existirem no quarto, obviamente, deves limpar e lavar com frequência. Evita, ainda, que a criança durma com peluches, uma vez que nestes casos, está em contacto muito próximo e durante várias horas com a pele.


Manter as unhas cortadas
Por último, mas muito importante, deves manter as unhas cortadas e aparadas dos mais pequenos. Isto porque, ao coçarem a zona da pele afetada não é tão provável de fazer feridas. Com as unhas grandes podem ferir a zona da pele irritada e inflamada, e consequentemente pode criar infeções mais graves e piorar muito o estado da doença.

 

Texto e infográfico elaborado por Beatriz Parada


Publicação Mais Antiga Publicação Mais Recente


Deixe um comentário

português